Como escolher a camisinha?

Você, leitor inteligente e bem informado do blog Aquelas Coisas, certamente já sabe que usar camisinha é fundamental. Você sabe que ela previne DST’s e que ajuda a prevenir a gravidez e sabe também que não há desculpas para deixa-la de lado. Mas você já sabe como escolher a camisinha? Os critérios e as opções são vários e a decisão pode ser importante tanto para a eficiência do preservativo quanto para o sucesso de sua transa. Ficou preocupado? Não fique, é mais fácil do que parece. Acompanhe nosso guia de dicas e nunca mais erre na escolha.

Tamanho

A primeira coisa a se observar é o tamanho da camisinha. A variação vem de acordo com o diâmetro do preservativo, sendo os mais comuns: Normal (52 mm), Large ou Extra (55 mm) e Teen (49 mm). Essa escolha é fundamental porque uma camisinha mais larga do que o necessário pode tornar-se ineficiente e uma camisinha mais apertada pode estourar ou dificultar a ereção. Assim sendo, nada de ter vergonha na hora de escolher a camisinha! Somos todos adultos e o importante é tomar a decisão mais inteligente.

Em relação ao comprimento, a maioria das camisinhas é adequada para tamanhos de 12 m a 19cm. Caso você precise de algo muito mais curto ou longo, busque produtos alternativos.

Material

Tão importante quanto o tamanho da camisinha é o material. A maioria dos preservativos são feitos de látex e essa é provavelmente a melhor escolha em termos de custo benefício e eficiência. O problema é que algumas pessoas são alérgicas a esse material. Se for o seu caso, nem pense em usar mesmo assim, o risco é grande. Para seu caso, já existem camisinhas em outros materiais que podem cumprir o papel tão bem quanto a de látex. Procure por preservativos de pele de cordeiro ou poliisopreno sintético.

Espessura

Outro critério relevante na escolha é a espessura. Algumas camisinhas, em geral autodenominadas “Sensitive”, vendem a ideia de que, por serem mais finas, possibilitam uma sensação mais intensa ao toque. De fato há uma diferença e isso reduz aquela velha reclamação de que sexo com camisinha é pior, mas vale pontuar alguns detalhes.

Em primeiro lugar, a camisinha mais fina tem mais risco de estourar, portanto, nada de tentar economizar com marcas piores (essas camisinhas são mais caras que as normais) e cuidado redobrado na hora de colocar. Além disso, mais sensibilidade não necessariamente é melhor se seu objetivo for, por exemplo, retardar sua ejaculação. Pense bem antes de sair escolhendo a camisinha por sensibilidade como se fosse sinônimo de prazer.

Preço

Idealmente a escolha da camisinha não deve se pautar pelo preço. Um produto que te ajudará a prevenir-se de doenças e até mesmo de uma gravidez indesejada não é exatamente a coisa na qual você quer economizar. Sabemos, no entanto, que para algumas pessoas o preço precisa sim ser considerado.

Caso esse seja seu caso, fuja dos diferenciais. Normalmente, a camisinha mais barata será a mais normal de todas. Nunca abra mão de escolher o tamanho certo e um material que não te dê alergia, mas, fora isso, nenhuma outra variação é essencial. Não se esqueça também que postos de saúde distribuem preservativos e estes também são confiáveis.

Cores, cheiros e sabores

Escolher a camisinha muitas vezes pode ser também uma forma de sair da rotina. Existem hoje camisinhas de diversos sabores, aromas, cores, texturas, até camisinha que brilha no escuro já fizeram. Todas essas coisas podem ser uma diversão a mais e ajudar a apimentar uma relação ou a causar um impacto. A recomendação, no entanto, é: cuidado ao surpreender. O gosto por esse tipo de coisa é algo absolutamente subjetivo e, para muitas pessoas, um vermelho com cheiro de melancia pode ser mais broxante do que atraente.

Por que escolher a camisinha com atenção?

A escolha adequada da camisinha não é simplesmente mais uma coisa interessante que envolve o sexo. Escolher a camisinha errada pode dificultar a ereção, limitar a proteção oferecida por ela, impactar negativamente o apetite sexual de alguém, gerar reações alérgicas, facilitar o rompimento do preservativo e muito mais. Não trate camisinha como se fosse um assunto irrelevante. Se você está começando, compre uma camisinha normal, faça testes sozinho com elas e descubra qual a ideal para você antes que isso torne-se um problema. Você não vai querer descobrir seu equivoco bem na hora H.

O assunto é sério, mas não é complicado. Ficou claro para você? Restou alguma dúvida? Aproveite nosso espaço de comentários no blog para aprender mais. E não deixe de dar uma passada no Aquelas Coisas, lá você vai encontrar uma ampla variedade de preservativos com as principais informações sobre cada um e poderá recebê-los no conforto de sua casa, evitando possíveis constrangimentos.

Como escolher a camisinha? was last modified: setembro 13th, 2019 by João
Category : Geral
Tags :