libido na menopausa

Há menos libido na menopausa?

É conhecimento geral que muitas mulheres sofrem com a perda de libido na menopausa. O apetite para o sexo já não é o mesmo e isso mexe coma a cabeça de qualquer um. Mas, se a menopausa é inevitável, esse problema não é. Muitas coisas podem ser feitas para que a libido se mantenha saudável. Se você não está disposta a parar sua vida sexual só porque a idade chegou, esse é seu momento. Aqui está tudo que você precisa saber para que a menopausa seja um período tão sexualmente ativo quanto qualquer outro.

O que é a menopausa?

Menopausa é o período da vida da mulher que os ovários param de produzir estrogênio. Essa mudança coloca fim ao ciclo menstrual da mulher e altera drasticamente sua configuração hormonal. Daí parte a principal explicação para a possível falta de libido na menopausa. Em geral, a menopausa começa por volta dos 50 anos. Se iniciada antes dos 40 ou depois dos 55, ela é considerada prematura ou tardia.

Para identificar a menopausa, a mulher deve atentar-se não apenas ao ciclo menstrual, mas também aos sintomas. Fortes ondas de calor, insônia e maior irritabilidade são alguns deles. Pode-se considerar em menopausa a mulher que está a pelo menos um ano sem menstruar. A confirmação do início desse momento, no entanto, pode ser obtida através de testes laboratoriais.

Quais os problemas da menopausa?

A ausência de estrogênio no corpo da mulher pode desencadear vários problemas. A começar pelos sintomas mais cotidianos que já citamos, como irritabilidade, calor e insônia. Apesar de não parecerem perigosos para a saúde, estes podem ter grande influência psicológica. Somando isso ás comuns dificuldades com autoestima e ao desequilíbrio hormonal, a saúde mental fica muito ameaçada.

Outros problemas mais graves para a saúde física também são recorrentes. Por exemplo, o enfraquecimento dos ossoso e a fragilização do sistema cardiovascular. A mulher em menopausa torna-se muito mais suscetível a infartos e ao desenvolvimento de osteoporose. Por fim, há ainda o risco de incontinência urinária.

A libido na menopausa

A falta de libido na menopausa é explicada pela queda de estrogênio e testosterona no corpo da mulher. Ambos deixam de ser produzidos pelo ovário e são cruciais para a libido. Outros fatores ainda podem intensificar o problema. Por exemplo, o consumo de alguns tipos de medicamentos. Muitos diuréticos e antidepressivos são sabidamente inibidores de libido. Esses medicamentos são muito comuns para mulheres dessa faixa etária.

Por fim, há ainda aspectos psicológicos que podem influenciar nessa redução de apetite sexual. A queda de autoestima e a sensação de velhice são dois exemplos. Há ainda o receio de sentir dor na relação. Isso porque a vagina torna-se menos lubrificada com a ausência de estrogênio (para esse problema, não dispense um bom lubrificante.

Os benefícios da reposição hormonal

Se os grandes problemas da menopausa são fruto de desequilíbrio hormonal, a solução é óbvia. Fazer reposição hormonal auxilia no combate a todos os sintomas. Inclusive, é claro, na falta de libido na menopausa. A reposição pode ser feta tanto por via oral como através de géis e adesivos.

Fala-se muito sobre os riscos da reposição hormonal e um dos mais citados é sempre o câncer de mama. É importante, no entanto, entender que riscos são esses com um especialista. Esse câncer, por exemplo, é provocado por desequilíbrios envolvendo o hormônio progesterona. A reposição de progesterona, no entanto, tem como única finalidade proteger as paredes internas do útero. Assim sendo, mulheres que já não tem útero podem ficar tranquilas com relação a isso.

Com ou sem riscos, é importante que cada caso seja estudado individualmente e o mais rápido possível. Até porque, há uma janela de oportunidade na qual vale a pena iniciar o tratamento. Após determinado momento, os riscos realmente já não compensam os benefícios.

A saúde aumenta a libido na menopausa

Apesar da reposição hormonal ser importante, ela não é a única coisa que pode te ajudar. Como era de se esperar, uma vida saudável pode fazer maravilhas pela mulher na menopausa. Alimentar-se bem e praticar exercícios são o foco.

Uma dieta rica em ômega três, por exemplo, combate a depressão e os riscos cardiovasculares. A substância pode ser encontrada em alimentos como salmão, nozes e semente de chia. Abacate, laticínios de baixa gordura e legumes também podem ajudar muito. Eles são ricos no aminoácido tirosina, que ajuda a produzir dopamina, um hormônio do bem estar. E, falando em hormônios de bem estar, é sempre bom uma dose de endorfina. O hormônio é liberado durante e até 24h depois de exercícios e práticas esportivas. Com mais endorfina no organismo, a mulher se sente mais feliz e relaxada. Todos esses fatores tornam muito mais fácil o despertar do libido na menopausa.

E saúde não é só física

Por fim, cuidar da saúde mental é importantíssimo. A autoestima, por exemplo, costuma ser muito afetada no período da menopausa. A mulher tem dificuldade de sentir-se desejada ou bonita pelo desequilíbrio hormonal. Levar uma vida saudável vai ajudar nisso. Da mesma maneira, é importante procurar um psicólogo e um psiquiatra caso as coisas comecem a complicar. E, por fim, é importante lembrar-se que a vida não pode ser menos ativa por causa da menopausa.

Mantenha-se ativa, física, intelectual e sexualmente. Quanto mais você provar para si mesma que está jovem e bem, mais seu corpo vai acreditar. Faça esportes, tenha hobbies e, é claro, não deixe de apimentar as coisas no quarto. Muitas mulheres encontram nesse momento da vida a motivação para explorar novos desejos e fetiches. É uma boa maneira de renovar o interesse pelo sexo.

Viu como não há motivo para se preocupar? A falta de libido na menopausa pode ser uma realidade, mas não uma definitiva. Há várias formas de lidar com esse problema e garantir uma vida sexual interessante. A mulher na menopausa ainda está muito jovem e tem muito a conhecer e experimentar. Quem sabe esse não é o empurrãozinho que faltava para você buscar algo novo? Ao invés de ver a menopausa como um fim de ciclo, veja como um começo. Você só tem a ganhar.

Há menos libido na menopausa? was last modified: Maio 27th, 2020 by João
Category : Geral
Tags :