masturbar-se demais

Masturbar-se demais atrapalha o sexo?

Quem não tem cão caça com gato, mas tudo precisa de limites. Será que masturbar-se demais é realmente um perigo para sua vida sexual? A dúvida é comum em muitas pessoas e todo o tabu que envolve masturbação pesa na desinformação. Se você acha que pode estar abusando do prazer em casa, não se desespere. O Aquelas Coisas traz agora o guia definitivo sobre os riscos que a masturbação pode oferecer para o sexo. Relaxe e aproveite… mas com moderação.

Quanto é masturbar-se demais?

Antes de mais nada, vamos esclarecer que masturbar-se demais não é tão fácil assim. Se você se masturba uma vez por dia, por exemplo, não precisa se preocupar. É absolutamente normal querer sentir esse prazer com alguma frequência. Quando falamos em masturbação excessiva estamos nos referindo a casos bem mais extremos. Por exemplo, há relatos frequentes de pessoas que se masturbam mais de dez vezes ao dia. Aí sim a situação pode ser problemática. Não deixe que tabus e opiniões externas te façam sentir-se mal com sua busca por prazer e autoconhecimento. Masturbar-se é muito saudável e, na dose certa, deve inclusive ajudar no sexo. Mas falemos disso mais pra frente.

Masturbar-se demais causa ejaculação precoce?

Para começar a lista de possíveis problemas, vamos nos direcionar aos homens. A preocupação com a ejaculação precoce é um dos piores dilemas sexuais para eles. E, sem cerimônias, essa pode sim ser uma consequência da masturbação excessiva. Especialmente se a masturbação for feita de maneira apressada, rápida demais e totalmente voltada ao orgasmo. Masturbações mais duradouras e relaxadas oferecem menos risco nesse sentido.

Curiosamente, no entanto, é possível também que ocorra o problema contrário. Masturbar-se demais pode levar o homem a ter dificuldades para ejacular durante o sexo. Isso porque o estímulo específico da masturbação passa a ser uma exigência. O corpo não consegue mais atingir o clímax com estímulos físicos que não sejam aqueles aos quais ele se habituou. Ou, melhor dizendo, nos quais ele está viciado. Assim sendo, não queira jogar com suas possibilidades. O exagero pode gerar problemas de vários tipos, o melhor é saber dosar.

Há risco de viciar em masturbação?

E falando em vício, este é outro problema de masturbar-se demais. E lembre-se que, daqui pra frente, o papo já vale também para as mulheres. Não é nada incomum que alguém desenvolva um vício psicológico ou até químico em orgasmo. Certamente vocês já ouviram falar de pessoas ninfomaníacas, as viciadas em sexo. Inclusive, algumas pessoas famosas já assumiram publicamente o problema. Pois bem, o vício em masturbação tem um princípio bem parecido. O excesso de descargas de oxitocina (dentre outros hormônios que geram prazer) causa um desequilíbrio nas expectativas do cérebro. O grande risco é chegar a um ponto em que a felicidade só é atingida através de uma nova descarga. Masturbar-se é importante, mas você não quer fazer dessa a única coisa importante da sua vida, certo?

Exaustão sexual é uma possibilidade real?

Da mesma forma que você pode viciar em orgasmos, você pode se cansar deles. O excesso de masturbação pode levar o corpo ao que chamamos de exaustão sexual. Seu cérebro já passou por tantas descargas hormonais e os estímulos sexuais já foram tão explorados que o impacto disso sobre você vai desaparecendo. Não existe mais libido, o tesão simplesmente vai embora. Quando isso acontece, é possível também que apenas o interesse em sexo suma. Continuando, assim, o interesse pela masturbação.

Posso “danificar” meus órgãos sexuais?

Um risco um pouco menos provável, mas, ainda assim, real. A masturbação excessiva pode sim machucar e prejudicar a funcionalidade de seus órgãos sexuais. A razão disso é simplesmente física mesmo. O excesso de atrito e de pressão na masturbação sempre pode gerar micro lesões. Arranhões, ralados, pequenos traumas. Todas elas, no entanto, são pouco relevantes e facilmente recuperáveis. Quando isso acontece muitas vezes ao dia, no entanto, a coisa muda de figura. Os tecidos estão mais sensíveis e mais fragilizados e o impacto também começa a ser mais intenso e desmedido. Masturbar-se demais não é perigoso apenas para sua mente, mas também para seu corpo.

Há efeitos colaterais por masturbar-se demais?

Além dos riscos mais graves ligados ao abuso da masturbação, há ainda os efeitos colaterais mais “comuns”. Talvez seus excessos não causem algo grave como um vício, uma disfunção sexual ou uma lesão. Ainda assim, eles podem ser prejudiciais. Masturbar-se demais pode gerar um grande desequilíbrio em diversos hormônios. Por exemplo: serotonina, acetilcolina e dopamina. Esse desequilíbrio pode causar fadiga, perda de cabelo, perda de memória, visão embaçada e dores na região das genitais. A intensidade desses sintomas pode variar bastante e, em alguns casos, tornar-se perigosa.

Mas a masturbação também pode ajudar no sexo?

Por fim, depois de falarmos de todos os riscos, é importante fazer a ressalva final. Masturbar-se demais é perigoso, mas masturbar-se de maneira ponderada é muito saudável. Para começo de conversa, a prática melhora sua autoestima, sua disposição e seu humor. Estes ganhos se manifestarão não apenas no dia a dia, mas também na vida sexual. Além disso, há ainda outros benefícios para se obter entre quatro paredes via masturbação. Eles vão desde o “aquecimento”, que pode ajudar homens a demorarem um pouco mais para ejacular, até o simples autoconhecimento. Quem se masturba sabe do que gosta e aí fica bem mais fácil conseguir o que se quer.

Estamos entendidos? Masturbação é saudável, é importante e não tem nada de errado. Além de, é claro, ser muito bom. Explorar essa prática pode te trazer muito prazer e até diversão. Os recursos para subir o nível da brincadeira são vários. Sugadores de clitóris, masturbadores masculinos, vibradores… experimentar é essencial. Mas, masturbar-se demais, por outro lado, pode ser um problema. Como tudo na vida, a chave é encontrar o equilíbrio. Se você achar que está exagerando, a sugestão é procurar um médico e um psicólogo. Tente entender as razões que estão te levando a passar dos limites e não faça isso sozinho. Com um pouco de ajuda, tudo fica bem mais fácil.

Masturbar-se demais atrapalha o sexo? was last modified: Março 3rd, 2020 by João
Category : Geral
Tags :