Será que eu ainda gosto do meu ex?

Namoros podem terminar das mais variadas maneiras. Há relacionamentos tóxicos e mancadas gigantes, que fazem as pessoas nunca mais quererem se ver. Há términos causados pelo simples fim do sentimento, não há como continuar quando alguém já não ama mais. Há também o cotidiano, o convívio, a família, os amigos, os planos de futuro, os interesses… inúmeras coisas podem culminar em um fim de relacionamento. Uma coisa, no entanto, é constante em todo fim de namoro: sempre tem ex.

A relação com o (ou a) ex muitas vezes é determinada pela forma como acabou o namoro. Difícil ter uma amizade com alguém que te traiu, por exemplo. Mas quando o término é tranquilo essa relação pode seguir vários caminhos. Os dois podem se afastar, podem manter um contato esporádico, podem se tornar melhores amigos. Não há regras. O problema é que, nesses casos em que o amor não virou ódio, muitas vezes o sentimento se confunde e aí surge a pergunta: será que eu ainda gosto? Talvez sim, tomara que não. O importante é não se desesperar e pensar em algumas coisas importantes antes de sair por aí tentando voltar.

Use seu tempo e seu espaço.

Se você terminou semana passada e está lendo esse texto eu já te respondo agora: calma. O namoro é uma relação de sentimentos muito intensos, que desenvolve um carinho muito grande e uma certa interdependência. Se o término é recente, é muito natural que você ainda se sinta muito ligado ao que acabou. Da mesma forma, se você encontra seu ex todos os dias e em todos os rolês que dá, vai ser muito difícil superar. Você precisa se encontrar longe daquela pessoa, longe das impressões e sentimentos que ela causa em você e, acima de tudo, próximo de gente diferente, que vai te mostrar que o mundo é muito maior do que vocês dois.

Se distancie um pouco, pelo menos fisicamente. Saia para lugares diferentes, retome hobbies antigos, a coisa mais importante agora é se reapaixonar por si mesmo fora de um relacionamento, para só depois entender melhor o que se sente sobre os outros.

Saudade do ex ou de namorar?

Não confunda namoro com namorado(a). Muitas vezes você pode sentir falta de estar apaixonado, de ter uma companhia para todas as horas, do sexo, de ter alguém que te entenda e que te conheça e a quem você também entenda e conheça. Tudo isso é normal e não significa que você quer voltar. Saia e fique com outras pessoas, seja mais íntimo de seus amigos, aprenda a curtir mais a própria companhia, se envolva com alguém, faça o possível para preencher os pequenos vazios da sua vida com algo que não seja um relacionamento. Até porque, sua vida não pode depender de uma pessoa para ser completa.

Quando bate a saudade?

Você tem saudades quando está triste, quando esta só, quando está frio, quando tem um encontro ruim e quando está com tesão em casa? Então você não gosta do seu ex, você só tem momentos de carência. Pense em todas essas situações. Querer alguém nesse momento é totalmente normal e é claro que a primeira pessoa que virá à mente é aquela que sempre estava ali e que você gostava de ter ali.

Quando você está se divertindo com seus amigos, quando você está viajando com uma galera, quando você conquista algo, nos seus melhores momentos a saudade também vem? Quando estamos apaixonados por alguém queremos compartilhar o bom e queremos potencializar a felicidade, não apenas tapar buracos. Isso também não é garantia de gostar de alguém, mas se esse sinal não está ali você já pode se tranquilizar.

Talvez você ainda goste do seu ex… e daí?

Você deu um bom tempo. Você se afastou, você saiu com outras pessoas, quem sabe até se envolveu com uma. Você está bem consigo, tem uma vida ótima e ainda assim, vira e mexe, quando menos espera, lá vem a lembrança. Até hoje quando vocês trocam ideia seu coração acelera. Até hoje você tem vontade de ligar e contar quanto algo bom acontece e também quando quer um colo. Ok. Às vezes a vida é assim e pode ser que você ainda goste mesmo do seu ex.

Mas, se esse for o caso, o que você pretende fazer com isso? Vocês ainda são as mesmas pessoas que eram quando se juntaram? Os problemas que existiam antes e que causaram o término ainda existem? A relação te fazia bem? Sua vida não melhorou quando vocês se afastaram? Você está pronto para perdoar? Gostar de alguém nem sempre é suficiente para querer um relacionamento com esse alguém e você precisa pensar muito bem nisso.

Se voltar não parece uma boa, acredite no poder do tempo. Aumente o afastamento. Pare de seguir nas redes sociais. Tire completamente a pessoa do seu cotidiano e permita-se esquecê-la. Pode demorar, mas eventualmente acontecerá. Agora, se você considerou todos esses fatores e concluiu que o negócio é voltar mesmo… o que você está fazendo aí parado? Busque a reaproximação, converse, veja se a coisa que você tanto quer ainda existe e ainda está ali. SE não estiver, talvez seja o ponto de fechamento que você tanto precisa. Seja como for, não fique sofrendo pelos cantos, dor de amor só é legal para compositor.

E você, tem alguma história legal de ex? Aquele que voltou e nunca mais separou, aquele que tentou voltar e deu tudo errado, ou, melhor ainda, aquela dica de como superar? Comente aqui, vamos dividir as histórias com aqueles que precisam desapegar de uma vez.

 

Será que eu ainda gosto do meu ex? was last modified: julho 29th, 2019 by João
Category : Geral
Tags :