sugar daddy

Sugar Daddy: os mitos e as verdades

O tema está na moda, mas nem todo mundo entendeu ainda. Vocês já sabem exatamente o que é um Sugar Daddy? Como qualquer tema que envolva relacionamentos, as confusões são várias. Pessoas mal informadas, preconceitos, problemas reais mal explicados. No meio disso tudo, fica até difícil entender ou formar uma opinião. Mas, como sempre, o Aquelas Coisas está aqui para resolver a parada. Com esse guia, não restarão mais dúvidas. Chegou a hora de entender de uma vez por todas os relacionamentos Sugar.

O que é um Sugar Daddy?

Vamos começar do começo. Sugar Daddy é um homem, normalmente mais velho, que tem um relacionamento Sugar. Esse relacionamento se dá com um homem ou mulher jovem, chamado Sugar Baby. Contudo, esse relacionamento tem algumas características bem específicas. A mais marcante é que o Sugar Daddy financia algumas coisas para seu Baby. Nessa lista podemos citar jantares, viagens, presentes e também coisas mais sérias. Há, por exemplo, casos em que faculdades e cursos são bancados. Muitas vezes, no entanto, o benefício trazido pelo Sugar Daddy não é financeiro. Contatos, oportunidades e até mesmo experiências podem suprir o papel. É muito comum que o Sugar Daddy seja um homem rico e de grande sucesso profissional. Até porque, existe uma necessidade de recursos para cumprir com as necessidades do papel. É também essa exigência é que coloca a idade mais elevada como outro fator comum.

ACOMPANHE NOSSO BLOG E RECEBA CUPONS DE DESCONTO E PROMOÇÕES

E o que é um(a) Sugar Baby?

Do outro lado da moeda, quem são os(as) Sugar Babies? Um homem ou uma mulher jovem e que esteja em busca dos “incentivos” oferecidos pelo Sugar Daddy. Essa procura pode ser dar por muitos motivos. O interesse em uma vida mais requintada e de grandes experiências é um dos mais comuns. Outro é a necessidade de alguém que abra portas profissionais ou financie estudos.

Mas não é só receber. Para cumprir com esse papel, também existem exigências. O Sugar Baby deve ser uma pessoa que busca usar esse apoio para crescer na vida, não apenas para diversão. Além disso, é preciso ser alguém que traga ao Sugar Daddy o que ele busca no relacionamento. É claro que essas características buscadas variam de caso a caso, mas há um padrão. Espera-se pessoas aventureiras, curiosas, sofisticadas e divertidas. Basicamente, alguém que injete um pouco de “juventude” na vida do outro e viva o relacionamento de forma leve.

Como é esse relacionamento?

Diferente do que muita gente imagina, não se trata de algo parecido com prostituição. Afinal, os relacionamentos sugar são exatamente isso: relacionamentos. Não se trata de uma troca de dinheiro ou benefícios por sexo, mas sim de algo a se viver em conjunto. Ambos os lados buscam muito mais do que os benefícios citados acima. O Daddy e o(a) Baby querem compartilhar ideias, experiências e um laço afetivo. Querem viver coisas que talvez não seriam possíveis em uma relação “comum”. Encontrar um mundo do qual não fazem parte e se fazerem influentes nele. Proporcionar ao outro coisas que talvez mais ninguém possa. O “patrocínio” é visto apenas como um ato de generosidade de um lado para com o outro. Assim como a possível diferença de idade ou de gostos é relevada em busca de algo que não depende de nada disso.

Qual é o problema do Sugar Daddy?

Sabe qual o problema em tudo isso que dissemos? Nenhum. Mas, então, por que Sugar Daddy é um tema tão polêmico? A resposta vem basicamente em três fases. A primeira delas é o preconceito. Afinal, quem aqui discorda que casais com grande diferença de idade recebem olhares diferentes? Além disso, ainda há a questão da situação financeira, que muitas vezes também é bastante díspar. Ao identificarem situações como essas, as pessoas saltam para conclusões. É muito fácil julgar a vida do outro e, infelizmente, muita gente tem prazer nisso.

O segundo ponto fundamental é a desinformação. Sugar Daddy é um termo muito distante do conhecimento popular. Além disso, é também muitas vezes associado a outras coisas presentes no imaginário. Falamos de prostituição, abuso e até mesmo pedofilia. Essa falta de conhecimento é muito prejudicial. Muita gente enxerga essa prática com maus olhos não por discordar dela, mas simplesmente por achar que ela é bem diferente do que é de fato. Afinal de contas, olhando no detalhe, relacionamentos sugar não são tão diferentes assim.

Por fim, o terceiro fator pode entrar de fato na conta dos Sugar: relacionamentos abusivos. Estes estão longe de serem um problema apenas nesse mundo. Mas há de se admitir que o “contrato” facilita erros de interpretação. Estar financiando alguém não te dá direito de posse sobre esse alguém, mas nem todos sabem disso. Da mesma forma, o estereótipo do que deve ser a Sugar Baby é inatingível. Esse excesso de expectativa pode impactar muito negativamente a pessoa nesse papel. Ter ou ser um Sugar Daddy pode sim ser uma coisa funcional e saudável, mas é preciso cuidado.

Confirmando: existe Sugar Mommy?

E agora que você já entendeu um pouco mais sobre o Sugar Daddy, fica a pergunta final. Existe Sugar Mommy? A resposta é tão óbvia que vamos responder com outra pergunta. Existe algo que um homem faça que uma mulher não possa fazer?

A Sugar Mommy existe sim e as coisas funcionam exatamente da mesma maneira. É claro que o fato de a pessoa mais velha e que banca a outra ser mulher gera algumas mudanças. O machismo, por exemplo, é muito mais perigoso no outro contexto (em casais heterossexuais). Mas, em geral, a dinâmica é idêntica e não há porque criar um novo debate. Relacionamentos sugar podem ser de todas as sexualidades e cada papel pode caber a qualquer gênero. Exatamente como em qualquer outro momento da vida.

Resolvida a confusão? O Sugar Daddy pode ser um pouco atípico, mas ele não é um abusador. Assim como a Sugar Mommy. Da mesma forma, Sugar Babies não são interesseiros(as). Por definição esses relacionamentos são apenas relacionamentos normais com certos contextos em comum. É claro que muita coisa pode estar errada em um relacionamento sugar. Mas isso não é fruto de ele ser um relacionamento sugar. Muita coisa pode estar errada em qualquer relacionamento e é isso que precisamos evitar.

Sugar Daddy: os mitos e as verdades was last modified: novembro 26th, 2019 by João
Category : Geral
Tags :