roteiro de sexo

Um bom roteiro para o sexo

É inevitável, todo mundo tem um roteiro para o sexo. Uma sequência de movimentos que se repete quase que por completo a cada nova transa. As frases libertárias dirão: “Sexo bom é sexo sem roteiro”. Mas qualquer bom ator pode te confirmar: improviso é fundamental, mas não dá pra fazer um bom “caco” se você não souber suas falas. Ter um roteiro diminui a insegurança e faz com que a outra pessoa sinta mais firmeza em você. Além do que, se ele é fruto de experiências reais, tudo sai de maneira muito natural. É claro que ele é só uma base e não se pode ter medo de variar, mas é bom ter um norte. Então, para você que ainda está penando para construir o seu, aqui vai o gabarito. O roteiro de sexo que não vai falhar.

O roteiro pro sexo começa com diálogo

Um bom roteiro para o sexo começa sendo simplesmente uma bom roteiro. Não precisa ter pressa. Converse, dê boas risadas, construa um ambiente gostoso. Tudo será mais legal se antes vocês construírem interesse e admiração um pelo outro. Conforme o tempo for passando, guie conversa para um momento que se torne mais íntimo. Por exemplo: coloque uma música, faça um elogio, reduza a luz do ambiente. Existem diversas formas de dar a dica de que está chegando a hora de parar de falar.

Olhos nos olhos, o que você faz?

Todos sabem como é esse momento. O olhar vai um pouco mais fundo nos olhos do outro e desvia para a boca. O rosto se aproxima, a mão toca o rosto ou a cintura, e vem o beijo. O primeiro é mais leve, romântico, bonito. Depois a coisa vai esquentando. Enfim, a admiração dos olhares se transforma em desejo e o beijo fica mais forte, quente e intenso. Se você ainda não fez isso, essa é a hora de levar o encontro para um ambiente mais confortável.

Que comecem os jogos

Depois que os beijos começam a se intensificar, chega a hora de provocar. Primeiro, falando com os toques. Uma mão firme atrás da nuca, segurando firme nos cabelos, ou um “chega mais” pela cintura. Um começa a ir pra cima do outro, as pernas se entrelaçam. Os beijos descem para o pescoço e as mãos para o peito ou o bumbum. O imaginário já está trabalhando ativamente e vocês só estão tomando seu tempo. Todo mundo sabe onde isso vai dar, mas é bom aproveitar cada momento.

Seguindo um bom roteiro para o sexo, as peças de roupa começam a ir embora. Os toques automaticamente vão ousando mais. Os beijos chegam ao peito, as mãos ao pênis ou à vagina, ainda por cima da roupa. O foco agora é atiçar o outro, até que transar não seja mais uma vontade, mas uma necessidade.

Masturbação e oral

Quando as mãos entram nas roupas de baixo não tem mais volta. A excitação já é enorme e um começa a masturbar o outro. Ainda de maneira sutil, pensando em aumentar o desejo. Uma boa ideia é estimular a mulher se introduzir o dedo na vagina. Brincando apenas com clítoris e os lábios. No caso do homem, os movimentos não precisam ser rápidos ou repetitivos. A ideia é tocar, acariciar, deixa-lo sedento por mais. Essa é a hora em que entram na conversa os produtos e acessórios. Um gel excitante, um par de algemas, um vibrador, fica a gosto dos fregueses.

Eventualmente a masturbação se transforma em sexo oral. No roteiro para o sexo de hoje, o plano é ir até o limite. Você não vai chupar até a outra pessoa gozar, mas vai chegar perto.

O roteiro para o sexo tem um clímax

Só chegar perto porque o plano é que o orgasmo venha com a penetração. Uma posição simples para começar, quem tomar a iniciativa vai por cima e pronto. Comecem lentamente. Sintam aos poucos o prazer pelo qual estavam esperando. Sintam aquele momento se materializando pouco a pouco. Comecem a intensificar o movimento, a encontrar o encaixe ideal para vocês. Explorem aquela sensação e se entreguem a ela. Depois de algum tempo, mudem de posição. Agora vocês vão escolher uma, talvez alguém pergunte a preferida do outro. Ou talvez alguém apenas sinta qual é a pedida para essa noite. Deixem isso sair na hora, e abracem a escolha. Agora é a hora do orgasmo.

Foi bom pra você?

O orgasmo veio e já se foi. Tez vocês tenham emendado em uma segunda vez, o que parece ótimo. Se for o caso, o texto segue pensando no fim dela. Agora, da mesma forma como foi toda a noite, tome seu tempo. Saiam da posição sem pressa, deitem-se lado a lado, não quebrem imediatamente a conexão. Vocês podem se abraçar, fazer um carinho, olharem nos olhos um do outro. E nada disso significa que vocês estejam apaixonados. É simplesmente um desenrolar carinhoso e afetivo para o que acaba de acontecer. Afinal de contas, sexo é intimidade. Aos poucos vocês vão se desligando. Alguém vai querer ir ao banheiro. Aproveite e pegue uma água, redefina a música, ofereça algo para comer. O roteiro para o sexo voltou a ser apenas roteiro.

Não tem como dar errado. É claro que esse roteiro para o sexo não foi criado para ser repetido exatamente da mesma forma até a exaustão. Fazer diferente é importante. Alterar as ordens, inserir novidades, enfim, criar em cima disso. Pessoas são diferentes e cada relação vai ter seus pormenores. Seja como for, a base está aí. E pode ter certeza que, caso você se atenha simplesmente a ela, ruim não vai ser.

Um bom roteiro para o sexo was last modified: Abril 14th, 2020 by João
Category : Geral
Tags :